Conrado e Aleksandro Part. Rionegro e Solimões – Hino Dos Machos

14
Conrado e Aleksandro Part. Rionegro e Solimões – Hino Dos Machos

Conrado e Aleksandro Part. Rionegro e Solimões – Hino Dos Machos

Letra:

Um, dois, três, quatro
Cinco mulheres na cama pedindo me ama
Pra mim isso é mato

Um, dois, três, quatro
A loira, a morena, a ruiva
A amiga da mãe, a vizinha do gato

Gruda na minha vida igual carrapato
Eu tenho uns tabus que podem ser quebrados
Pego de jeito, sou descarado, sou bicho largado

Se ela gruda, eu encaixo
Se ela foge, eu laço
Essa é a lei dos bruto, o hino dos machos

Um, dois, três, quatro
Cinco mulheres na cama pedindo me ama
Pra mim isso é mato

Um, dois, três, quatro
A loira, a morena, a ruiva
A amiga da mãe, a vizinha do gato

Gruda na minha vida igual carrapato
Eu tenho uns tabus que podem ser quebrados
Pego de jeito, sou descarado, sou bicho largado

Se ela gruda, eu encaixo
Se ela foge, eu laço
Essa é a lei dos bruto, o hino dos machos.

Conrado e Aleksandro Part. Rionegro e Solimões – Hino Dos Machos

COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here